Turn on my radio!

Já disse algumas vezes que sou fã de rádio. Eu cresci ouvindo AM e isso definitivamente ajudou para que eu passasse a ter a necessidade de estar sempre ouvindo alguma coisa. Mas o que pega é que as rádios morreram, não existem mais, são passado. Busquemos soluções então:

radio01

Podcasts
São a minha nova cachaça. O que mais se aproxima de estar ouvindo uma rádio convencional. Meu iPod está sempre lotado deles. Quais? Popload: você não vai ouvir em nenhum momento a palavra podcast aqui, não sei por que. Enfim, Lúcio Ribeiro com seus hypes e Fábio Massari com seu arsenal de conhecimento sobre a matéria rock, produzem, juntos, uma hora semanal de ótima música. Nesse momento chegando na edição 100. Baixe todos. Outra lenda que tem dois podcast é o Kid Vinil. Podcasts gêmeos, eu diria, mas o que é bom merece ser ouvido duas vezes (!). O Podcast do Kid está no site da MTV (e lá ainda tem a Soninha e até o Senador Suplicy o que, imagino, seja uma tentativa de limpar a barra da emissora, que anda prometendo coisas menos ridículas para 2009). E o Artrock, uma homenagem à revista Artrocker, é um pouco mis antigo e anda pela edição 25. O básico do Kid: o indie, meninos, o indie. No Baixaria, o que pega são sons mais alternativos da MPB, coisas brazucas antigas, um jazz, um blues, e tal. Bacana. O Discofonia é mais para iniciados. Jazz, distorções, eletrônicos. Mas tudo bem, você pode começar pela edição especial com o Nasi e Ira!. Termino com o SFJB: mais pop, temas de novela e tudo. Acho que não rola mais, mas os programas antigos estão lá.

radio02Social radio network
Eu não sei de onde eu tirei esse termo, enfim… LastFM é um serviço com versão em português, o que prova o sucesso do projeto. E qualquer player decente tem um plug-in pra lá. Mas eu sou mais a Blip FM. Eu recomendo música e escrevo uma coisinha. Que você, claro, discorda … E você pode, ainda, navegar nesse mar de links com coisinhas nesse gênero. Free the music!

Rádios convencionais
Eu disse que as rádios morreram? Sim e não. Bom mesmo é o programa do Maurício Valadares na Oi FM. Só ele pra me fazer ligar o computador em dia e hora certa. Alguns programas anteriores ficam disponíveis pra ouvir no site. Mas aí voltamos à estaca zero: mesmo com banda larga, notebook e o carai-de-asa, o MauVal é o comunicador que me faz lembrar do Luiz de França, lá nos 80’s, no rádio da mamãe …

5 comentários em “Turn on my radio!

  1. Rapaz, mundo pequeno esse. Outro dia vc deixou um comentário no meu blog, o Rock For Masses, acho que foi sobre o Novas Tendências, e agora vejo um link do teu blog no Ronquinha. Na verdade nem sabia que era seu.
    Só para registrar eu também sou um apaixonado por rádio. Tenho várias cassetes com gravações de programa como o Nova Tendências, tenho gravações de Programas do Kid Vinil (download do blog), tenho até do Big Apple Show, este nem era pelo som, mas pelo locutor.
    Lembro quando em 1985 minha cidade natal, Arapiraca, ganhou a primeira FM, nossa, eu tava entrando em outro mundo e ficava por horas ouvindo, era a Rádio Novo Nordeste, na época filiada a Rede Transamérica, foi ai que entrei em contato com artistas como Yes (owner of a lonely heart), Pretenders (middle of the road), lembro de ficar esperando tocar Depeche Mode (just can’t get enough), e tantos outros.

    Bem vou parando por aqui, estou no meio do expediente(rsrs).

    Parabéns e olha, mudei pra o WordPress, estou no http://rockformasses.wordpress.com e já adicionei o Keep Strong no meu blogroll.

  2. Podes crer! Eu também tenho várias fitas do Novas Tendências gravadas em cassete. Desse e de outros programas da Flu FM, como o Alternative Mind (do Philipe da Plebe Rude e do Tom Leão do ótimo Na Cova do Leão (blogspot) e do Collge Radio, do Rodrigo Lariú do Midsummer Madness. Bons tempos! E uma vez eu fui sorteado para assistir a gravação do Novas Tendências, já na Rádio Cidade, ao vivão com o Zé Roberto Mahr, grande figura e DJ ainda na ativa. E ele nos colocou (a mim e um brother que foi junto) na lista dos premiados daquela edição do programa: vinil, poster e camiseta do então recém-lançado filme do The Doors (que ontem tava passando no Telecine Cult)! Loko!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s