Ferro-velho da memória

É o título da coluna de Claudia Zaitano no Zero Hora de hoje, 15 de agosto: (…) seu Orlando acharia muito engraçado se tivesse vivido pra ver que, no comecinho do século 21, iam começar a fabricar minúsculas câmeras digitais de cinco megapixels com a exata mesma cara da rolleiflex que ele usou até a última pose. Chama-se isso de visual retrô – uma maneira estilosa de admitir que o preço da aceleração é a eterna nostalgia”. Bacana. Pra ilustrar, imagem que vi hoje no sempre incrível Idea Fixa:

nano-case

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s