Eu não sou daqui

Seria cômico se não fosse trágico: No Euro 2008: aquele exemplo de organização, gramados e estádios impecáveis, gente linda nas arquibancadas e, claro, grandes jogos entre aqueles que nós costumávamos chamar de brucutus, retranqueiros, “cintura-dura” e por aí vai. Fantástica cobertura pelo site e, incrível, quem já parou pra prestar atenção nos hinos das torcidas? Músicas de Oasis, Franz Ferdinad e Libertines cantadas em uníssono pela galera com suas pints na mão. “Seven Nation Army” o já clássico dos clásicos do White Stripes pode ser ouvida a qualquer momento. Lindo. E as Euro Girls? Quanta inveja.

Enquanto isso, na terra do futebol, dos craques, dos melhores do mundo: um esquecível e entediante BRA x ARG. O meio-de-campo mais medíocre da história da amarelinha e, pior, a morte definitiva: show de Jota Quest no intervalo e a galera cantando a Ivéti. Que mal eu fiz a Deus?

Mas nem tudo são espinhos, afinal a moçadinha sabe o que é bom e continua amando a Nação!;-)

Anúncios

2 comentários em “Eu não sou daqui

  1. Isso mostra como a educação nesse país anda fraca…

    Afinal, quem tem bons estudos, boa educação e bons constumes não vira flamenguista…

    Um abraço.

    L. D.

  2. Só tá tendo jogão na EURO, tudo com muita organização e pompa, os times jogando bonito em partidas memoraveis. Que inveja!!! Quanta inveja!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s