Um pouquinho de política

“Votar nulo é um direito. Pode ser um erro. Mas
esse diagnóstico não cabe aos patrulheiros. Cabe à história. E ela não
costuma diagnosticar em tempo real. Aos que querem “salvar”
as consciências distraídas, é bom lembrar que democracia é como amor de
mãe: respeitando a liberdade é uma maravilha, capando-a é uma tragédia.”
Fonte: no mínimo – Política & Cia – por Guilherme Fiuza

Eu assino em baixo.

[update]
e se você acredita mesmo em “seja alguém, vote em ninguém”, pode até baixar a música “Vote em branco” no no site oficial da Plebe Rude
[/update]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s