Anciões podres (oi oi oi)

Impossível acreditar que, em plena “era da informação”, ainda há quem ache que punk é sinônimo de arroto e cabelo ensebado. Pra quem não sabe (e quem sabe tudo?), Redson, do Cólera, por exemplo, é professor da USP, assim como Mau, vocal dos Garotos Podres, professor de História. Sukata, também Garotos Podres, está lançando livro sobre os primórdios do punk. Velhas histórias de anciãos que merecem respeito. No site Show Livre, onde Clemente (Inocentes e Plebe Rude) apresenta perfomances de estúdio de gente que tem o que dizer, tem uma troca de idéias com esses podres anciões velhos batutas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s