Menos um cara

Em uma semana perdemos Júpiter Maçã, Ian Kilmister e, agora, Ian Murdock. Já tô cansado de posts fúnebres. Quando que algum desses FDP que fodem com a nossa vida vão subir também? Meu primeiro contato com o Debian aconteceu há exatos 10 anos, e uma grande mudança se fez na minha vida: a certeza de nunca mais usar aquele sistema operacional que se tornou popular por causa da pirataria(!).

Tô de saco cheio de 2015!

Ian Murdock, o cara que criou o Debian

Ian Murdock, o cara que criou o Debian

O novo é bom

O Ubuntu mudou. E para melhor. Muita gente por aí insatisfeita com a nova interface, Unity, que visa claramente melhorar o aproveitamento do espaço na tela e é, daí a reclamação, bem diferente do Gnome e tem, realmente, mas creio que por pouco tempo, menos opções de personalização. Só não gostei da falta de uma opção melhor para alternar entre janelas abertas. No mais, é aquilo: get adaptation and stay fun!

A lição da Copa

Copa, ainda?. Foi mal. Só pra dizer que não, eu realmente não torci pro Brasil. Incrível como eu não consigo um mínimo de identidade com o ex-treinador e seus bonecos amestrados. O que é Kaká senão um dos caras mais sem-sal da história da pelota? E que tal uma seleção que vai trocar dólares (muitos) por uma apresentação num país onde as pessoas têm sua mão cortada por roubar comida? (comissão técnica e jogadores nada tem a ver com isso, sei). Que bom que o título foi para as mãos de quem sabe jogar bola e, melhor, que ótimo que ouvimos tanto a palavra Ubuntu.